Um dia rico para troca de conhecimentos e debates em torno dos desafios e oportunidades do ensino da Administração para grupos multigeracionais. Assim foi o XI Encontro de Professores e Coordenadores de Cursos na área de Administração do Rio Grande do Sul (EPROCAD), promovido pelo CRA-RS por meio da sua Câmara de Ensino (CEEnsino), no último sábado (9 de junho), na FACCAT, em Taquara. O evento reuniu mais de 100 participantes e ocorreu em paralelo ao X Encontro Estadual da ANGRAD e VII Fórum de Coordenadores.
 
Na abertura, o coordenador do Curso de Administração da Faccat, Adm. Roberto Morais deu as boas-vindas aos participantes, destacando os conteúdos debatidos. Na sequência, o coordenador adjunto da CEEnsino Adm, Nilson Varela Rubenich, falou sobre a missão da Câmara do CRA-RS e da importância do evento para o aprimoramento da formação na área da Administração, convidando os profissionais presentes a participarem das diversas atividades realizadas ao ano nessa área pelo Conselho. 
 
Para o presidente da Angrad, Adm. Taiguara de Freitas Langrafe, a temática do XI EPROCAD vai ao encontro do propósito da profissão em trabalhar por uma sociedade melhor, por uma vida melhor e por melhores soluções para o País. “É aí que entram os desafios ao ambiente de formação”, ressaltou. O vice-presidente da Relações Institucionais do CRA-RS, Adm. João Alberto Gonçalves Júnior, destacou a atividade como estratégica para o CRA-RS. “Precisamos aprimorar sempre mais a formação dos nossos profissionais para sermos melhor reconhecidos e termos nossa profissão valorizada”, disse ele.
 
Na agenda do dia, o público participou de workshops, painel e palestras, além da entrega do Prêmio de Docência no Ensino Superior de Administração. No centro dos debates, as mudanças no ensino em tempos de evolução tecnológica, a importância da atualização dos docentes para conteúdos e práticas, as diferentes gerações em sala de aula, o engajamento dos alunos, sem falar da importância da adaptação das Instituições de Ensino Superior a essa nova realidade de constante transformação (veja abaixo as principais abordagens de cada atividade). 
 
As temáticas do EPROCAD vão ao encontro do propósito do CRA-RS, conforme destacou a presidente do CRA-RS, Adm. Claudia Abreu no encerramento do EPROCAD. “Temos que mostrar resultados para a sociedade. É importante mostrar com conhecimento técnico onde podemos produzir e gerar valor”, disse. Segundo ela, o CRA-RS está muito aberto a inovações com age com criatividade em suas ações para demonstrar resultados e o valor da profissão de Administração para a sociedade. 


Workshops: espaço para troca de experiências
Três workshops pautaram a manhã de debates entre professores, acadêmicos e profissionais da Área da Administração no XI EPROCAD. Com os temas “Tempo e espaço das práticas de ensino: desafios e potencialidades para diferentes gerações”; “Aproximações e distanciamentos entre a geração do professor e as dos alunos” e a união de duas temáticas “Envelhecer professor: o desafios da passagem do tempo e da atualização de conteúdos e práticas” e “A Jornada do Jovem Administrador: Vivenciando um ambiente com diferentes gerações”, os participantes se reuniram em diferentes espaços para trocas de experiências. Em comum entre os grupos, ficou o questionamento: como se utilizar das novas tecnologias e fazer com que o engajamento dos alunos seja relevante diante desse cenário de transformações? 
 
“Como se adaptar a essa linguagem, como as mudanças de tempo e espaço modificaram a prática do ensino e como aproveitar as potencialidades dessas mudanças?”, questionou Paula Patrícia Ganzer, da Faculdade Cnec Farroupilha. Como uma das porta-vozes do primeiro workshop, ela destacou a importância dos docentes transformarem as oportunidades geradas pelas novas tecnologias em formação de conteúdo e conhecimento. O grupo conclui ainda que as instituições de ensino não estão preparadas para esse novo formato de ensino. 
 
Os distanciamentos provocados pelas multigerações em sala de aula foi o tema central de debates entre os participantes do workshop 2. O novo cenário, segundo eles, vem colocando o aluno cada vez mais como protagonista diante do papel do professor em sala de aula. “O professor precisa apresentar ao aluno o que ele não está pensando e aquilo que ele não está enxergando como importante”, disse o Adm. Adrolado Lazzarotto, porta-voz do grupo. A modernidade e a tecnologia que vem invadindo as salas de aula exige inovação. “Aprendizagem, horizontalização, evolução, empreendedorismo, sinergia, colaborativismo, experiências, vivências e trocas. Palavras atuais que usamos muito para falar de Administração. Em sala de aula, temos que nos atualizar também. Se debruçar nesse novo universo. O professor que não se atualizar vai ficar para trás”, destacou o Adm. Pedro Paulo Peixoto, representante do terceiro grupo.
 
 
Palestra Magna: Ensino Multigeracional em Tempo de Cultura Digital
 
Ao falar de cultura digital, o professor doutor Guto Niche, coordenador de Educação e Cultura da Universidade LaSalle, mexeu com a plateia de professores, coordenadores de curso, Administradores e estudantes participantes do XI EPROCAD. “Não temos que formar para o mundo do trabalho, temos que formar para a vida, temos que formar pensadores do mundo do trabalho e não executores. A sala de aula tem que ser tudo menos uma sala de aula. Qual é a tua capacidade de gerar experiências?”, indagou ele. 
 
Para Niche, a universidade deve ser o caminho do meio, ou seja, o conteúdo transmitido não deve ser entendido como um produto final, mas um meio para a vida. “Muitos tratam a escola e a universidade como fonte eu defendo como ponte”, ressaltou, falando sobre a importância da reflexão constante sobre o estilo de vida que queremos em sala de aula. “Será que estamos formando transformadores do nosso tempo? Na universidade, tu não é Administrador, tu é professor de Administração”, apontou ele.

Aos docentes, Niche deixou uma reflexão: “Não acredito em professor morno. A sala de aula é a possibilidade de mudar histórias de vida. É o caos a ser sistematizado. É um espaço de experimentação e laboratório cujo líder é o professor. Portanto, tem que arriscar, fazer diferente a ponto do aluno perguntar se aquilo é aula. Somos autoridade plena em uma instituição de ensino, e temos que nos empoderar de novo. A interdisciplinaridade é um movimento humano e não curricular. É preciso resgatar a pessoa dentro da universidade!”, exclamou.
 
 
Palestras: um case na prática e o perfil dos egressos da área da Administração
 
O presidente da Angrad, Adm. Taiguara de Freitas Langrafe, também esteve em Taquara, no XI EPROCAD. No evento, ele trouxe o case da FECAP – Fundação Álvares Penteado para mostrar como inovar e gerar impactos positivos no meio acadêmico. Langrafe apresentou projetos desenvolvidos no âmbito da instituição que obtiveram importantes resultados no engajamento da comunidade acadêmica. 
 
Já o Conselheiro Federal Adm. Mauro Kreuz trouxe dados alarmantes em relação a egressos dos cursos de Administração no País. O levantamento é resultado da fase piloto do projeto Observatório Nacional dos Egressos em Administração (ONECAd), desenvolvido pelo CFA -  Conselho Federal de Administração. Para Kreuz, o ensino da Administração vive uma crise. “Somos a sétima economia do mundo, gastamos fortuna em pesquisa que não serve para nada. Tudo porque não existe projeto de nação. A quem está a serviço a educação brasileira?”, destacou ele. Ao comentar os dados do ONECad, Kreuz destacou a baixa autoestima dos Profissionais da Área e sobre os índices do Registro Profissional. “Estou formando profissionais e eu não tenho profissão. Sabe quem mais valoriza o registro profissional? São os egressos de escolas de 3ª e 4ª linha. Não estariam os egressos de 1ª e 2ª linha atuando em Administração? Claro que estão, mas não tem nenhum DNA da profissão”, afirmou. 
 
O Observatório está sendo estruturado com o objetivo de trazer benefícios, identificar e propor melhorias para as Instituições de Ensino Superior (IES), uma vez que acompanhará o perfil dos egressos da área da Administração. Em breve, as IES poderão conhecer melhor o projeto e participar. Além disso, Kreuz apresentou ao público o projeto do CFA de Certificação Profissional. Saiba mais no link http://certificacao.cfa.org.br/.