Encontro ocorreu na noite desta terça-feira, no auditório da FADERGS
 
O ser humano é o principal ativo de uma organização e este precisa ser motivado, é preciso haver enfoque nos papéis profissionais e em quem os realiza. Os departamentos de recursos humanos não tratam apenas das questões legais referentes aos profissionais. Essas responsabilidades também são alinhadas com a preocupação com o desenvolvimento intelectual e psicológico dos funcionários. Com isso que o Troca de Cartões desta terça-feira trabalhou. a Adm. Francione Carlesso e a psicóloga Bruna Madrid levaram para a FADERGS a importância da Administração na gestão de pessoas. O evento, promovido pela Câmara Especial de Jovens Administradores, lotou o auditório da FADERGS – Unidade Sertório.
 
A primeira palestra ficou a cargo da Adm. Francione Carlesso, que apresentou a história da Administração e o papel dela na condução de equipes. Segundo ela, é fundamental que as pessoas estejam realizadas nas suas atividades. “A satisfação está diretamente ligada ao desempenho, se um colaborador está insatisfeito com o seu trabalho, o desempenho dele vai lá embaixo”, ressaltou. Francione destacou que a profissionais contentes resulta em crescimento para a organização, pois estas são feitas por pessoas e, por isso, é importante que elas sejam valorizadas. Em relação ao papel do administrador, a palestrante afirmou que o profissional deve ser gestor, com o intuito de unir as características do administrador – o qual exerce o perfil racional – e do gestor – responsável por captar os talentos e perceber as habilidades do profissional, 
 
Em seguida, Bruna Madrid trouxe aspectos psicológicos e de comportamento em relação ao tema. Segundo ela, a gestão de pessoas é a união dos métodos da psicologia e da Administração. A psicóloga defendeu que existam menos chefes e mais líderes e o compartilhamento de conhecimento dentro de uma organização “Estamos na era do conhecimento, então ele precisa ser compartilhado, não pode estar concentrado em apenas um profissional, senão a empresa fica refém daquele funcionário”. Na sequência, Bruna trabalhou com o perfil do Administradores de Recursos Humano, seguindo a linha da liderança, elencando tópicos que ajudam na construção do perfil do gestor. Segundo ela, segurança, saber ouvir, se comunicar bem, ter empatia e saber se posicionar são elementos determinantes no processo de autoconhecimento.
 
No final, as palestrantes conduziram uma atividade, em alusão ao nome do evento, promovendo conversas e networking entre os participantes.