Na última quinta-feira (09/03) ocorreu a abertura do 4º Congresso Gaúcho de Jovens Lideranças Empresariais, evento realizado anualmente pela Federação das Associações de Jovens Empreendedores do Rio Grande do Sul (FAJERS) para aproximar jovens líderes empresariais em um ciclo de palestras, debates, troca de experiências e networking. Na oportunidade estiveram presentes autoridades como o governador do Estado do Rio Grande do Sul, José Ivo Sartori e o prefeito de Porto Alegre, Nelson Marchezan, juntamente com o presidente da FAJERS, Luiz Gustavo Garrido. O CRA-RS foi apoiador do Congresso representado pelos membros da Câmara de Jovens Administradores (CJA), Adm. Luiz Klippert e da Adm. Lisandra Compan, além da participação do conselheiros, Adm. Fernando Fagundes Milagre, também presidente da Confederação Nacional dos Jovens Empresários (Conaje). 
 
Garrido, presidente da FAJERS, destacou que é preciso do auxílio do poder público para que se tenha um ambiente de negócios mais favorável. “Queremos juntos empreender o RS de amanhã”. Neste sentido, Marchezan exaltou que “discurso burro não coloca comida na mesa da população”. Para ele, só se muda o mundo pelo Estado e isso só será possível com a organização da sociedade. “Acredito que podemos mudar o mundo pelo empreendedorismo”, apontou. O governador, Sartori, explicou que existe crise, mas elas terão que ser superadas pelo trabalho e dedicação. “Nosso objetivo é ter um Estado mais eficiente e próximo das pessoas”, disse. 
 
Após, a abertura foi feita por Carmen Ferrão, superintendente de marketing e vendas das Lojas Pompéia, que enalteceu que o mundo precisa de jovens que se lancem no mercado e inovem. Carmen contou sobre sua trajetória a frente do Grupo Lins Ferrão, empresa familiar também detentor das Lojas Gang. 
 
Para fechar a noite, o conselheiro do CRA-RS e presidente da CONAJE, Adm. Fernando Milagre apresentou a palestra “Jovem Empreendedor: a solução é você”, expondo que existe hoje no mundo 12,5 milhões de jovens empreendedores, atentando aos participantes que eles não estão sozinhos. “E se nos juntássemos visando a construção de um país melhor? Um país mais empreendedor que trabalha junto, discute ideias e projetos”, destacou, complementando que o mundo precisa de jovens empreendedores, pessoas que foram ecossistema capaz de mudar a realidade. Milagre também ressaltou a importância do trabalho em conjunto: “Se formos sozinhos, vamos muito mais rápido, mas juntos vamos muito mais longe.”