No dia 5 de novembro, o vice-presidente de Relações Externas do CRA-RS, Adm. Rogério de Moraes Bohn participou do evento “Práticas Leitoras em Múltiplas Linguagens e Bibliodiversidade”, promovido pela UERGS na Biblioteca Pública do Rio Grande do Sul, durante a 62ª Feira do Livro de Porto Alegre. Na ocasião, Bohn ministrou o painel “A Gestão nas Bibliotecas Públicas: A Leitura e as Obras de Administradores”, juntamente com o Adm. Geraldo R. Cavarante. Também estavam presentes a Profª. Drª. Jaciane Cristina Costa Ladeira, da UERGS, e a diretora da BPE, Morgana Marcon.

Durante o painel sobre gestão nas bibliotecas públicas, Bohn enfatizou a importância do preparo do profissional. “Uma boa ideia e uma inspiração não são suficientes para um negócio dar certo. É preciso ter preparo, por isso se faz importante ter a presença de um Administrador. Gerir um negócio não é uma coisa simples, é preciso preparo”, explica. Em relação à leitura e as obras da área, o Administrador frisa que apesar das mudanças tecnológicas, nas quais tanto livros quanto jornais impressos estão à beira da extinção, a palavra escrita sempre vai ser muito importante.

Já o Administrador Geraldo Cavarante acredita que é preciso fazer uma “administração mais simplificada para que os alunos possam entender”. Caravante trouxe um dado curioso: por ano, um acadêmico lê no máximo até dois livros. “Precisamos ensinar as pessoas a lerem. Entenderem o texto, fazê-los extrair as ideias e aplica-las. Afinal esse é o processo de aprendizagem e da leitura”, afirma. Para ele “um exímio administrador pode sair a partir do preparo acadêmico, mas o mais importante é aquele que lê”, finaliza.