Em seu penúltimo dia (01/11), os participantes do FIA/Mundial puderam assistir à apresentação de trabalhos científicos. A atividade aconteceu em dois turnos. Pela manhã, no Teatro Lupicínio Rodrigues, sob a coordenação do Adm. Carlos Roberto Fernandes de Araújo, foram apresentados os seguintes trabalhos: O futuro da Administração: um estudo sobre os desafios e as tendências percebidas pelos empresários; A ética na Administração de empresas na ótica da conduta empresarial japonesa; Os direitos humanos e o pacto global: uma ética para liderança estratégica do século XXI; O desenvolvimento expressivo das carreiras globais e o papel dos recursos humanos nas transferências dos expatriados; Anáise comparativa de gestão estratégica de pessoas numa empresa brasileira e outra espanhola sob a percepção dos gestores; Gestão de pessoas: perfil de gestão, práticas e processos - estudos de casos múltiplos nas empresas do pólo industrial de Aparecida de Goiânia - Goiás; Empreendedorismo feminino: vida, trabalho e família; O endomarketing como ferramenta competitiva: um estudo de caso em confecções no noroeste do Paraná; Marketing reverso no agronegócio: uma estratégia da BRF - Brasil Foods na região do Alto Uruguai - RS; A escassez da mão de obra no Brasil - a implementação de planos de carreira para a formação e retenção de talentos na construção civil - um estudo de caso em uma empresa do ramo imobiliário.

Ainda pela manhã, na Sala Antônio Cassacia, com a coordenação da Adm. Margareth Schreiner, os trabalhos apresentados foram os seguintes: O perfil de Administração das empresas familiares cadastradas a ACCIE - Associação Cultural Comercial e Industrial de Erechim - RS; Gestão do conhecimento como diferencial competitivo; Proposta de aplicação de um sistema de gestão com base no APQP para engenharia de processos de uma empresa de médio porte; Proposta e aplicação de um modelo de cronoanálise para os setores de soldagem e montagem de uma empresa de agronegócios; Proposta e aplicação de um modelo de ferramentas da qualidade para solução de problemas de uma metalúrgica de pequeno porte; Perspectiva estratégica de Godet: ações para o desenvolvimento e fortalecimento de um APL; O processo de inovação na indústria do setor de fabricação de artefatos de concreto e cimento; Avaliação das práticas organizacionais vigentes em um departamento do Ministério das Relações Exteriores: diagnóstico realizado a partir das dimensões de organização do trabalho, condições de trabalho e relações socioprofissionais.

Na parte da tarde, a coordenação ficou a cargo do Adm. Bruno José Ely e os trabalhos apresentados no Teatro Lupicínio Rodrigues foram: Análise da percepção de futuros Administradores em relação à responsabilidade social empresarial e consciência ecológica: um estudo descritivo realizado na Faculdade da Serra Gaúcha; Sistema de gerenciamento ambiental e monitoramento de indicadores socioambientais do Conselho Regional de Administração do Rio Grande do Sul - CRA-RS; Benefícios de um sistema de gestão ambiental por meio da série de normas ISO 14000 em uma agroindústria do Oeste Catarinense; Cooperativas de reciclagem de resíduos sólidos e seus benefícios socioambientais: um estudo na Coopecamarest em Serra Telhada - PE; Gestao sustentável como vantagem competitiva para espaços turísticos: um estudo sobre os impactos socioambientais vivenciados pela Avenida Litorânea de São Luís - MA; Hospital sustentável: uma estratégia na busca da vantagem competitiva; Práticas socioambientais em empresas varejistas: um desafio contemporâneo; A gestão ambiental e as prefeituras da região da AMREC no extremo sul de Santa Catarina; Utilização de DEA (Data Envelopment analysis) para determinar a eficiência técnica em propriedades canavieiras; Gestão de custos em fazendas canavieiras com vantagem competitiva.