Dos 497 municípios do Rio Grande do Sul, somente 3,62% deles (18) ficaram com nota entre 8 e 10 no Índice CFA de Governança Municipal. Com o apoio do Conselho Regional de Administração do RS (CRA-RS), os dados foram detalhados durante Encontro de Municípios para Apresentação do Índice de Governança Municipal, na quarta-feira (14/08), no Auditório Alceu Collares, sede de Federação dos Municípios do RS (Famurs).
 
O IGM, plataforma gratuita, foi criado pelo Conselho Federal de Administração e possibilita aos gestores e à população uma análise comparativa da qualidade de gestão de cada município do Brasil. O indicador analisa três áreas: finanças, planejamento e desempenho, que é a entrega de serviços para a sociedade. As fontes de dados para fazer a avaliação são Secretaria do Tesouro Nacional (STN), Ministério Público Federal (MPF), IBGE, Datasus e INEP. Os 5.570 municípios são separados em oito grupos com características socioeconômicas similares, utilizando parâmetros de porte e renda per capita.
 
Segundo a presidente do CRA-RS, Adm. Claudia Abreu, o IGM resume-se numa ferramenta essencial que auxilia em muito o profissional de Administração que está na área pública para, de fato, fazer gestão e entregar serviços públicos de qualidade para os cidadãos, algo tão cobrado nos dias atuais.
 
De acordo com o Diretor da Câmara de Gestão Pública do Conselho Federal de Administração, Adm. Fábio Mendes Macedo, o Índice CFA de Governança Municipal é uma base de dados que traz um mapeamento completo, bastando ter uma equipe de gestão para fazer a leitura e diagnóstico. “Os dados estão lá. A análise depende do profissional de administração para fazer a leitura completa e correta dos dados”, expica Macedo.
 
Para ter acesso completo à ferramenta, a todos os recursos e cruzamentos que podem ser feitos, é preciso ser administrador com registro no Conselho Regional de Administração. A ideia com isso é incentivar que cada vez mais municípios qualifiquem sua gestão com profissionais de Administração.
 
Alternativas
 
Durante a abertura do Encontro de Municípios para Apresentação do Índice de Governança Municipal, o presidente da Famurs Dudu Freire, prefeito de Palmeira das Missões, salientou a busca por alternativas que potencializem a gestão e a economia dos municípios, auxiliando os prefeitos nesse desafio de entregar para a população uma gestão cada vez mais eficiente. “Melhorar a gestão é incrementar a qualidade de vida da população”, ressaltou Freire.
 
O Diretor da Escola Superior de Gestão e Controle Francisco Juruena do Tribunal de Contas do RS, Sandro Bergue, elogiou a aproximação do CFA e CRA-RS com a Famurs, valorizando assim a ciência da administração, conceitos e ferramentas, em prol da gestão pública.
 
Já o deputado estadual Eduardo Loureiro (PDT), também presente no evento, disse que a sociedade tem cobrado cada vez mais dos gestores serviços públicos de qualidade, o que está diretamente ligado a gestão e ao IGM. “O grande desafio do setor público é buscar a profissionalização. A sociedade está inquieta. E a precariedade do serviço é um dos principais motivos. Desse modo, precisamos de ferramentas como o IGM para melhorar”, concluiu o parlamentar.