O Presidente da Câmara de Fiscalização do CRA-RS, Adm. Luiz Klippert, foi escolhido para representar a autarquia junto aos Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário.
 
A decisão foi oficializada na sessão plenária do CRA-RS, no dia 16 de Dezembro, quando a Presidente do CRA-RS, Adm. Claudia Abreu, comunicou a designação do Conselheiro Klippert para assumir o posto.
 
Será responsabilidade do Conselheiro Luiz Klippert acompanhar os projetos e medidas que possam ter impacto direto na atividade profissional dos Administradores. 
 
Segundo a Presidente do CRA-RS, Adm. Claudia Abreu, é preciso estreitar as relações da autarquia com os entes públicos, fortalecendo assim a profissão e valorizando a presença do Administrador na sociedade.
 
“É um grande desafio e, ao mesmo tempo, uma necessidade urgente, pois precisamos fortalecer a articulação política do Conselho, mostrando aos parlamentares e governantes a importância do CRA-RS para o desenvolvimento econômico do Estado. O Sistema CFA-CRA vem contribuindo de maneira significativa com o Poder Público, qualificando a gestão e fiscalizando o exercício irregular da profissão. Exemplos concretos dessa colaboração são os índices GESAE e IGM, que auxiliam os prefeitos na gestão do saneamento e das finanças públicas. Mas é preciso que tais ferramentas e ações sejam conhecidas por aqueles que têm a responsabilidade de gerir os órgãos e entidades governamentais”, destacou o Conselheiro Klippert.
 
A missão prioritária do novo representante, na atual conjuntura, é o enfrentamento à PEC 108, a qual está em tramitação no Congresso e que, se aprovada, irá comprometer o funcionamento dos Conselhos Profissionais. 
 
“O que precisa ficar claro é que prestamos um serviço público de alta relevância sem gerar despesa alguma para o Governo, pois não recebemos nem um centavo do Tesouro. Assim, a aprovação da PEC 108 não irá produzir qualquer economia ao Estado mas, por outro lado, trará inúmeros prejuízos, entre eles o fim da fiscalização e a extinção de serviços e produtos oferecidos pelo Conselho, tais como a Universidade Corporativa do Administrador, o IGM e o GESAE”, ponderou.
 
Nas próximas semanas, o CRA-RS deverá intensificar o contato com os deputados e senadores, a fim de sensibilizar a bancada gaúcha para que vote pela rejeição da PEC 108.