Em mais uma semana de dicas de profissionais de administração de todo o Estado, o público tem aprendido com a campanha virtual do CRA-RS, “Em momentos de Crise, Crie”, no ar desde o início de abril. Os vídeos com ideias inovadoras sobre gerenciamento de crise enviados pelos colegas têm tido grande engajamento nas redes sociais do conselho. Nesta semana, os destaques são dos vídeos da Ana Paula Bohn, do Cláudio Oliveira e do Roberto Roedel.

Confira os vídeos e as frases de destaque:

Ana Paula Rodrigues Bohn, administradora e fundadora do Instituto Florescer 

“Temos que ter a visão ampla de três tempos: o passado, o presente e o futuro. O que você já fez? O que deu certo? O que não deu certo? Como você pode aprimorar e modificar? Quais os futuros produtos que teremos que desenvolver para sanar as necessidades dos nossos clientes? É necessário olharmos para outros países que já passaram por essa situação e enxergar o que foi desenvolvido por eles.”

Cláudio Oliveira, diretor administrativo e financeiro do GHC

"Criamos um protocolo próprio para atendimento dos pacientes da Covid-19 e fizemos treinamento das equipes. Temos hoje o nosso hospital Nossa Senhora da Conceição como um dos hospitais referência para o atendimento desta pandemia. Temos nossas equipes de RH e materiais voltadas para essas ações de combate e temos um planejamento de médio e longo prazo. Nós adquirimos insumos e medicamentos para a nossa UTI para os próximos 90 dias. O planejamento nesse momento de crise é muito importante."

Roberto Roedel, administrador e fundador da ROI Gestão 

"A gente deve se valer da ciência da administração que traz muitas ferramentas para preservarmos nossos negócios. Optamos em aumentar o foco em dois grandes vetores: o caixa e o modelo de negócios. Em relação ao caixa, adotamos medidas para preservá-lo, conversamos com clientes e fornecedores e revisamos os contratos. Optamos por uma linha do governo para manutenção do emprego, ou seja, não demitimos nenhum colaborador. Em relação ao modelo de negócios é importante repensarmos o nosso negócio, o quê e como podemos fazer diferente."