Uma das pautas debatidas pelo Comitê Estratégico do CRA-RS em sua reunião mensal realizada nesta terça-feira (23/04) foi a aproximação do Conselho e dos Administradores aos Observatórios Sociais do Brasil – OSB. Ao apresentar a estrutura da instituição, o vice-presidente para Assuntos Institucionais e de Alianças do Observatório Social de Porto Alegre, e também coordenador da Câmara de Gestão Pública do CRA-RS, Adm. Marco Aurélio Kihs, destacou o viés social e apartidário da entidade, que atua na fiscalização da gestão pública municipal em nível executivo e legislativo. 
 
Na avaliação do Adm. Marco Aurélio, é muito positivo que mais Administradores Empresários se envolvam no projeto como forma de qualificar as auditorias, principalmente às que se referem à lei das licitações e dos pregões eletrônicos. Segundo ele, a instituição conta apenas com o trabalho de voluntários que realizam encontros de duas a três vezes na semana e se mantém com a ajuda de entidades e empresas apoiadoras da ideia, entre elas o CRA-RS. Já a presidente do Conselho, Adm. Claudia Abreu, sugeriu que seja fomentada a implementação de Observatórios Sociais em todas os oito municípios do interior do Rio Grande do Sul onde o CRA-RS possui Seccionais. Atualmente, o Observatório Social está presente em treze municípios do Rio Grande do Sul, e apenas quatro destes têm unidade do Conselho. 
 
Outro assunto tratado na reunião do Comitê foi a relação das despesas e das receitas do Conselho, situação apresentada pelo conselheiro Adm. Carlos Strey. Também participou do encontro,  a gerente executiva do CRA-RS, Adm. Marcia Brasil, e o diretor da Plastécnica, Adm. Roberto Roedel.