Parcerias, inovação, empreendedorismo, transformação, tecnologia. Esses foram alguns dos tópicos discutidos na primeira edição do XVI Ciclo de Debates de Administração do RS (CIDEAD), que ocorreu na IESA, em Santo Ângelo, no dia 12 de maio. O tema do ciclo em 2016 é “A nova economia e a economia tradicional sob a ótica da Administração”, trazendo aos participantes a importância do papel do Administrador na mudança do País. Compuseram a mesa de abertura o diretor do Instituto, Gilbeto Kerber, o coordenador do curso de Administração da IESA, Renato Przyczynski, a coordenadora do XX Simpósio de Administração, Leila Regina Oliveira Batista, a delegada do CRA-RS em Santo Ângelo, Adm. Daniele Ribas Pilau Christensen e o presidente do CRA-RS, Adm. Valter Luiz de Lemos. 
 
O diretor Kerber destacou que o mundo encontra-se em ebulição e o Brasil passa por um momento delicado. “Agora é hora de mostrar a capacidade de um Administrador para transformar o Brasil e reconstruirmos esse País”, destaca. Para o presidente do CRA-RS, Adm. Lemos, é preciso repensar o Brasil. “Sem a aplicação da ciência da Administração, não adianta ter uma política econômica”, exalta. Ele ainda abordou a importância de realizar parcerias com países do Regional Fronteiriço brasileiro, destacando um convênio firmado entre a autarquia gaúcha e o Conselho Econômico de Empossadas, já que na oportunidade se fez presente um grupo de acadêmicos da universidade de Empossadas, na Argentina. 
 
O palestrante do Ciclo, Adm. Jonas Venturini, Doutor em Administração pela UFRGS, falou sobre “A tomada de decisão sob a lógica empreendedora e inovadora”, destacando a relevância de empreender sempre com foco no social. “Hoje as pessoas procuram uma experiência de consumo que é reflexo do amadurecimento do perfil do consumidor. A maior mudança que houve foi a mudança social, há um preocupação com o comunitário que não havia tempos atrás. Os conceitos do século 21 levam para a qualidade de vida”, explica. Ele complementa que o futuro é o capitalismo do compartilhamento sustentável, visando negócios que agreguem socialmente.  Venturini apresentou cases de sucesso no âmbito tecnológico, como o próximo lançamento da Appel, um carro multiconectado, o óculos da Samnsug que possibilita ver os momentos ao seu redor, além das ações de marcas como o Netflix, Uber, Amazon, entre outros. “O empreendedor nasce por duas formas: ou por oportunidade ou por necessidade. No Brasil está sendo mais por necessidade, mas precisamos fazer que seja por oportunidade”, destaca o Administrador. 
 
O Ciclo de Debates de Administração do RS 2016 (CIDEAD) é desenvolvido pelo CRA-RS desde 2003 com o objetivo de discutir assuntos atuais e de interesse da classe dos Administradores percorrendo diversas cidades do interior do Rio Grande do Sul.