O Conselho Federal de Administração (CFA), ciente do papel protagonista que cabe aos profissionais de Administração na gestão da coisa pública, criou o Sistema CFA de Governança, Planejamento e Gestão Estratégica de Serviços Municipais de Água e Esgotos - CFA-Gesae. A ferramenta, idealizada pelo Adm. José Antônio Campos Chaves, visa oferecer aos municípios um sistema de governança e planejamento estratégico de serviços públicos de água e esgoto. Baseado em oito eixos, ela oferece aos municípios brasileiros um sistema de governança e planejamento estratégico não somente para analisar, mas principalmente para traçar estratégias de enfretamento do problema.
 
Tendo em vista esse propósito, o CRA-RS por meio da Câmara de Gestão Pública (CGP), juntamente com o Deputado Adm. Eduardo Loureiro, presidente da Comissão de Assuntos Municipais da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul, realizam uma Audiência Pública que abordará o CFA-Gesae. O debate será no dia 29 de maio, às 9h30, na Assembleia Legislativa, em Porto Alegre, e contará com a presença do presidente do CFA, Adm. Wagner Siqueira. Em breve as inscrições serão abertas. 
 
O coordenador da CGP, Adm. Flavio Cardozo de Abreu, destaca que a Constituição Federal determina que é competência comum dos entes federados a promoção de programas de saneamento básico, competindo ao SUS a participação na formulação da política e da execução de tais ações que compreende, de forma geral, um conjunto de serviços como infraestruturas e instalações operacionais de abastecimento de água potável, esgotamento sanitário, limpeza urbana e manejo de resíduos sólidos, drenagem e manejo das águas pluviais, limpeza e fiscalização preventiva das respectivas redes urbanas. "A deficiência nesse serviço impacta diretamente a saúde da população, mormente aquela parcela mais desassistida da sociedade", analisa.