O CRA-RS desenvolve um trabalho intenso de fiscalização, visto que esta é uma finalidade da autarquia, de averiguar se as funções administrativas estão sendo exercidas por um profissional da Administração. Desta forma, nos posicionamos contra a contratação do ex-ministro da República, José Dirceu como gerente administrativo em um hotel de Brasília, função esta que não pode ser exercida, já que Dirceu não possui formação em Administração.

Desta forma, compartilhamos a nota oficial do Conselho Federal de Administração:

“Em resposta aos inúmeros e-mails endereçados à Ouvidoria do Conselho Federal de Administração (CFA) e do Conselho Regional de Administração do Distrito Federal (CRA-DF) e aos pedidos de manifestação dos diversos órgãos de imprensa, esclarecemos o que se segue sobre fatos veiculados pela mídia a respeito da possível contratação do ex-Chefe da Casa Civil, José Dirceu, pelo Hotel Saint Peter:

O Sistema CFA/CRAs é responsável pela fiscalização e disciplina da profissão de Administrador, profissão regulamentada, nos termos da Lei 4.769/65 e legislações complementares. Assim, o exercício de atribuições consignadas nos referidos diplomas cabem aos Administradores registrados no seu respectivo conselho.

O cargo de Gerente Administrativo do referido hotel, legalmente, possui atribuições, as quais deverão ser informadas, após notificação e em prazo legal, ao CRA-DF, que analisará o caso, na forma da lei e adotará, se for o caso, as medidas cabíveis e previstas na legislação”.