O Canadá tem o menor custo do G7 (grupo dos sete países mais industrializados do mundo composto por Alemanha, Canadá, EUA, França, Itália, Japão e Reino Unido) para fazer negócio nos setores digital, pesquisa e desenvolvimento. Só o corredor de inovação Waterloo-Toronto gerou mais de 28 mil empregos em tecnologia em 2017, enquanto o Vale do Silício, na Califórnia (EUA), foram em torno de mil empregos gerados.
 
Com o objetivo de realizar visitas a gestores públicos, incubadoras, aceleradoras, empresas e instituições de ensino canadenses, parte em outubro a Missão Canadá, que busca fazer uma imersão no ecossistema empreendedor daquele país. A iniciativa é voltada para empresários, empreendedores, acadêmicos, professores e pessoas interessadas em empreendedorismo, tecnologia e informação.
 
O CRA-RS apoia a iniciativa. Além disso, Administradores em dia com seu registro no Conselho Regional de Administração do RS têm desconto especial e condição de pagamento diferenciada para participar da Missão Canadá, na região de Toronto (Província de Ontário).
 
A Missão Canadá embarca no dia 04 a 12 de Outubro e tem programação intensa durante cinco dias. No Canadá, o grupo interagi com alto escalão do governo de Ontário e também com a embaixada brasileira.
 
“O perfil de quem participa de uma missão de negócios internacional é o profissional que está disposto a ouvir e aprender”, destaca Cleberson Vieira, empresário e responsável pela Missão Canadá.
 
Para ter uma visão mais detalhada da proposta basta acessar o site da Missão Canadá. Já para quem deseja fazer sua pré-inscrição basta acessar o link e preencher o cadastro.
 
Sobre Toronto
 
Toronto está entre as 10 mais no Índice de Centros Financeiros Mundiais e possui o sistema bancário mais sólido do mundo pelo terceiro ano consecutivo. As sedes de 82 empresas com mais de $1 bilhão cada em receita anual estão em Toronto.
 
Recentemente,  The Economist elegeu o Canadá como o melhor país do G7 para fazer negócios, além de ser uma das dez economias mais empreendedoras do mundo, segundo o IMD World.