Na última terça-feira, 14 de julho, comemoramos o Dia do Administrador Hospitalar. Em homenagem a esses profissionais tão importantes, que têm sido incansáveis desde que o mundo foi pego de surpresa pela COVID-19, conversamos com a presidente do CRA-RS, Administradora Claudia Abreu, e com a Administradora, Conselheira Federal pelo Rio Grande do Sul no Conselho Federal de Administração (CFA) e professora da Unisinos, Cláudia Stadtlober. Ambas possuem vasta experiência na área e destacaram a relevância da atividade.

Para a presidente do CRA-RS, Claudia Abreu, em tempos de pandemia, em que os profissionais da área da saúde somam suas forças para combater um inimigo invisível e veloz, os esforços das equipes que gerenciam e administram hospitais tornam-se evidentes para a sociedade. Segundo ela, esses gestores ficam na retaguarda contribuindo para minimizar os riscos e maximizar o potencial de atendimento diante de um cenário desconhecido. Além disso, têm que garantir a segurança dos profissionais que estão doando suas competências e habilidades, sem esquecer que por trás ainda têm suas famílias e seu psicológico. “Para que exista segurança nessas ações e não faltem Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), medicamentos e equipamentos médicos, a gestão precisa resolver equações complexas”, observa. Isso, de acordo com a presidente, é possível porque esses profissionais possuem as competências necessárias para exercer a função.

A Administradora Cláudia Stadtlober acrescenta que o Administrador Hospitalar desenvolve esse papel tão fundamental porque conhece todas as técnicas de administração, de gestão e também da saúde, fazendo o link para o desenvolvimento e a boa gestão da área ao mesmo tempo em que realizarem uma administração hospitalar profissionalizada, que cuida dos recursos, sejam eles financeiros, de materiais ou de logística, e principalmente das pessoas.