O Centro de Eventos e Convenções Brasil 21, em Brasília, ficou lotado no início da tarde desta quarta-feira (06/06). Cerca de 800 pessoas entre profissionais de Administração, estudantes e gestores públicos e privados de todo o país passaram pelo local para participar do Fórum CFA de Gestão Pública. O evento promovido pelo Conselho Federal de Administração (CFA) visa promover um amplo debate sobre a gestão do Estado, dentro de uma linha de conexão entre “cidadão-sociedade e Estado”, tanto para superar as contingências do presente, como para construir uma plataforma para o futuro.
 
Uma comitiva do CRA-RS esteve presente no evento (na foto): presidente do CRA-RS, Adm. Claudia Abreu, os conselheiros, Adm. Bruno José Ely, Adm. João Alberto Gonçalves Junior, Adm. Rogério de Moraes Bohn, Adm. Valter Luiz de Lemos, Adm. Luiz Klippert, os membros da Câmara de Gestão Pública, Adm. Flávio Cardozo de Abreu, Adm. Marco Aurélio Kihs, Adm. Flávia Pereira da Silva, Adm. Rita de Cássia Reda Eloy e a Adm. Ana Carolina que já palestrou em evento do Conselho. Além disso, o coordenador da CGP, Adm. Flávio Cardozo de Abreu mediou o debate "O cidadão na gestão do estado" com Christian Gonzalo Asinelli. Além disso, a prefeita de Pelotas/RS, Paula Schild, enfatizou a importância de repensar o atual formato do Pacto Federativo, que é o conjunto de regras sobre quem faz o quê e com que fonte de arrecadação. 
 
Na solenidade de abertura, o presidente do CFA, Adm. Wagner Siqueira, falou sobre a importância da democracia, regime que, segundo ele, é essencial para o bom funcionamento da gestão pública, ao contrário dos totalitários que prejudicam o cidadão. “Democracia e gestão pública precisam perpassar por todas as discussões. Estamos falando de conceitos que precisam ser repensados para que a nós tenhamos uma gestão pública voltada efetivamente para a o cidadão”, disse.
 
Ele destacou, ainda, que a atual Administração pública reflete uma situação “acachapante”. “O estado acachapa as pessoas quando deveria ser efetivamente um instrumento, uma ferramenta de repercussão dos desejos das atividades econômicas para a realização do bem comum e do cidadão, que precisa ter acessibilidade, maior democratização, maior voz e maior vez do Estado brasileiro”, afirmou.
 
Com o tema “Estratégias transformadoras nas relações entre sociedade e o Estado”, o Fórum, que segue até a próxima sexta-feira (08/06), recebe especialistas renomados para discutir temas ligados à gestão pública.
 
O Fórum é transmitido, ao vivo, por meio da TV e do Facebook do CFA.