Profissional Tecnólogo

31/03/2014

Tecnólogo na História do Brasil
 
O Instituto Radiotécnico Monitor, hoje Instituto Monitor, foi fundado em outubro de 1939, em São Paulo, pelo imigrante húngaro Nicolás Goldberger. Este instituto foi primeira escola na implantação da educação a distância no Brasil. As experiências brasileiras, governamentais e privadas, estavam se organizando e representaram, nas últimas décadas, a mobilização de diversos recursos educacionais. O primeiro curso oferecido foi composto por um kit e apostilas que permitia ao final da formação, a construção de um modelo simples de rádio caseiro.Hoje o Instituto funciona em três unidades: São Paulo, Rio de Janeiro e Paraná.
 
Em 1941 nascia o Instituto Universal Brasileiro que, e foi a segunda escola a distância a ser fundada no Brasil. Com o tempo, veio a se tornar a maior escola do gênero no país durante os anos 60 até 80, com o método de estudo através de apostilas, o instituto ainda presta vários cursos disponíveis no site.
 
Conciliando trabalho e estudo
 
Hoje com a tecnologia avançada , nos últimos cinco anos tem crescido o número de faculdades "ead", educação à distância, levando mais oportunidades para aquelas pessoas que querem se aperfeiçoar em sua área de trabalho, ou simplesmente, buscar colocação no mercado. EaD Educação a distância é uma modalidade de educação mediada por tecnologias em que alunos e professores estão separados e fisicamente presentes em um ambiente virtual de aprendizagem. 
 
Entretanto, somente nas últimas décadas passou a fazer parte das atenções pedagógicas. Ela surgiu da necessidade do preparo profissional e cultural de milhões de pessoas que, por vários motivos, não podiam frequentar um estabelecimento de ensino presencial, e evoluiu com as tecnologias disponíveis em cada momento histórico, as quais influenciam o ambiente educativo e a sociedade. 
 
Mas o que quer dizer a palavra tecnólogo? 
 
Tecnólogo deriva de tecnologia, ou seja, um curso realizado à distância, com recursos tecnológicos, onde o aluno ingressa e escolhe entre duas modalidades, a semipresencial, onde aluno estuda em casa, através de apostilas e vídeos, tendo uma ou duas aulas durante a semana, para esclarecer dúvidas, e a outra modalidade é, totalmente a distancia, onde o aluno conta com a ajuda de professores on-line, estuda em casa através de apostilas, e comparece em seu polo somente para a realização de provas.
 
Estudos à distância exige mais comprometimento por parte do aluno, pois este, estudando em casa, não terá as mesmas facilidades de um curso presencial.
 
O que é um polo de educação a distância?
 
Polo de educação a distância, ou polo de apoio presencial, é o local devidamente credenciado pelo MEC, próprio para o desenvolvimento descentralizado de atividades pedagógicas e administrativas relativas aos cursos e programas ofertados a distância. É no polo que o estudante terá as atividades de tutoria presencial, biblioteca, laboratórios, teleaulas, avaliação (provas, exames, etc.) e poderá utilizar toda a infraestrutura tecnológica para contatos com a instituição ofertante e/ou participantes do respectivo processo de formação.
 
Técnico é igual a Tecnólogo?
 
Ao contrário do que muitos pensam, o tecnólogo não é um profissional que realizou um curso técnico ou que trabalha na área de tecnologia. Esse tipo de formação interessa a alunos que saíram do ensino médio, ou profissionais que ainda não possuem diploma de graduação, que além de serem cursos com menor duração, atendem perfeitamente a quem pretende conciliar os estudos com a atividade profissional.
 
O curso de tecnólogo, visa formar profissionais para atender campos específicos do mercado de trabalho. O curso de tecnologia é de mesmo nível que um bacharel mas com foco acadêmico específico. Seu formato, portanto, pode ser mais compacto, com duração em alguns casos menor que a dos cursos de graduação tradicionais. Por ser um profissional de nível superior, os tecnólogos podem dar continuidade a seus estudos cursando a pós-graduação Stricto Sensu (Mestrado e Doutorado) e Lato Sensu (Especialização).
 
O aluno depois de graduado, pode procurar o órgão fiscalizador regional (conforme seu curso), e obter o registro de tecnólogo, e estará habilitado a exercer suas atividades profissionais.
 
Além disso, podem se candidatar a cargos públicos e privados em que a exigência seja ter o nível superior completo. A designação atual da profissão foi estabelecida pelo Decreto 2.208 de 17 de abril de 1997 (revogado pelo Decreto 5.154 de 23 de julho de 2004), e conforme a LDB (Lei de Diretrizes e Bases da Educação, Lei 9394/1996).
 
Agora o mais importante, é estudar, se aperfeiçoar! Escolha o melhor curso para você , seja tecnólogo, técnico ou bacharel, seu futuro é você quem faz!

  • Marcia Rodrigues -Tecnóloga em Processos Gerenciais e MBA Marketing e Varejo