Processo de Mudança para o indivíduo em transformação

19/04/2010

A mídia nacional e internacional veicula diariamente algumas dúvidas: Por que os bancos têm crescido? Por que Bill Gates oferece 90 mil empregos e mesmo assim há índices de desemprego? A resposta pode ser esclarecida pelo consultor Waldez L. Ludwig, ao afirmar que muitas profissões estão acabando. Mas qual o significado deste cenário de crise? Para mim a resposta é a transformação do homem moderno. Toda evolução tecnológica procura desenvolver um homem produtivo. Frederico W. Taylor diz que a Administração Científica racionaliza os movimentos para aumentar a produtividade.

O período atual, portanto, mostra uma transição da economia baseada em coisas para a do espírito, que se liga à imaginação. Pode-se dizer que a imaginação do indivíduo é o seu maior capital e que muitas empresas não valorizam isto. Acabam perdendo seu maior fator de competitividade.

O país vive atualmente a crise da escassez da criatividade. Copia-se muito e a inovação fica em segundo plano. O resultado mostra falta de líderes que se destaquem. Mas como trabalhar esta situação? A resposta está no desenvolvimento da liderança de cada indivíduo.
Transformação! O que significa isto? Somos seres mutantes. É preciso mudar o sistema econômico, a Constituição, o corte de cabelo e o modo de agir. Muitas vezes, porém, tudo continua igual! Para que haja uma verdadeira transformação é necessário que as pessoas assumam um novo comportamento.

Houve um tempo em que ser feliz era TER. A sociedade capitalista criou o mito do consumo como bem-estar. A capacidade aquisitiva vai gradualmente se transformando para valorizar os indivíduos. A ânsia de adquirir deixa de ser um meio para a realização, tornando-se um fim em si mesmo.

Felizmente vêem-se mudanças. Hoje ser feliz não é apenas TER, mas basicamente SER. Existe uma consciência de um mundo melhor, uma expectativa de viver a vida. A grande transformação só irá ocorrer quando houver equilíbrio entre o TER e o SER. TER menos para poder SER mais HUMANO, mais INTEIRO, mais VERDADEIRO. O mais importante é SER, pois só assim se consegue ser feliz. Enfim, tenhamos consciência de que o SER é eterno e o TER passageiro.

  • Processo de Mudança para o indivíduo em transformação

    Por Adm. Volnei Alves Corrêa, economista, Vice-presidente da Câmara de Ensino do CRA-RS, Mestre em Administração e em Auditoria e Gestão Ambiental. Professor aposentado da Escola de Administração da UFRGS, que atua como professor visitante da Universidade Católica do Uruguai e como consultor ambiental