Gestão e artes marciais

07/10/2011

O UFC Brasil nos mostrou uma competição onde o brasileiro se surpreendeu com o profissionalismo e a coragem dos combatentes. Pois é, para entrar no octógono precisa ser o cara, mas o que isso tem haver com gestão?

Bem, quando converso com gestores sobre suas gestões e vidas vejo pessoas estressadas, angustiadas e com medo, não que sejam todos, mas a grande maioria, pois sofrem por causa das metas, dos números, dos resultados e dos liderados. Vejo pessoas buscando alívio (conforto) em atitudes mortais, digo mortais, pois, se não, vejamos. O uso de tabaco, álcool, anfetaminas e etc. É sem duvidas, o caminho para a morte. E para que? Essa pergunta não tem uma resposta final, podemos atribuir muitas desculpas para o que fazemos ou agimos, mas nos leva sempre para a mesma pergunta. De que me refiro é um meio viciado na busca de prazer, pois precisamos ter recompensas pelo esforço ou sofrimento. Os dias são exaustivos, onde cansamos e precisamos repor nossas energias. Cansamos, na maioria das vezes, por não estarmos preparados psicologicamente para enfrentá-los. Estudamos graduação, pós, MBA, treinamentos e esquecemo-nos do psicológico e é ai que tudo começa. As dificuldades de assumirmos responsabilidades, posicionamento, liderança e atitude nos leva ao cansaço psicológico e isso precisam de compensação e nos entregamos aos prazeres fáceis, citados a cima, pois bem, digo isso para alertar, você que está lendo, que esse caminho é sem volta.

As artes marciais são uma forma de tratamento, pois ensina o indivíduo a ter saúde, equilíbrio, estímulo á competição, harmonia, coordenação corporal e desperta a segurança, melhora na auto-estima e disciplina, pois são as artes marciais que nos prepara para a luta e não para a briga, nos prepara para o equilíbrio emocional e não para a explosão, nos prepara para superação e não para derrotas, nos prepara para a vida e não para a morte.

Convido vocês, a lerem na integra os artigos no meu site: www.advanceservices.com.br.

  • Gestão e artes marciais

    Por Sérgio Tessmann da Rocha
    Téc. Mecânica Industrial pela Esc. Téc. Fed. Pelotas; Graduado em Administração de Empresa pela UCPEL; Esp. em Gestão Empresarial pela Fund. Uni. Fed. Rio Grande, Esp. em Ger. Projetos pela Fatec Pelotas. Consultor Organizacional, Perito Judicial e Professor Universitário.