Colher sem plantar. É possível?

30/10/2012

Desde os primórdios da humanidade é inquestionável a importância da liderança em uma equipe para o alcance da vitória, ou seja, a conquista do resultado planejado. Isto pode ocorrer num simples jogo de vôlei, onde com a vitória ganha-se o campeonato, passando por uma empresa que deseja atingir metas de faturamento ou lucratividade e até na luta pela independência de nações.

De acordo com estudos da neurolinguística, 90% das pessoas não têm um objetivo claro traçado na vida; se cruzarmos estes dados com os da economia em que aproximadamente 10% da população detém em torno de 86% do PIB, já podemos perceber as diferenças de perfis entre as pessoas o que nos leva a concluir que elas precisam de alguém à sua frente para direcionar suas ações e mais do que isso, transformá-las em resultados que beneficiem o conjunto todo.

Desafios novos surgem cotidianamente, para as organizações que devem readaptar-se rapidamente se quiserem sobreviver. E este novo arranjo é o papel do líder eficiente que sabe antes de tudo, conhecer a si mesmo, para então compreender ao outro e saber como lidar com as diferenças existentes em sua equipe, ou seja, liderar cada perfil de acordo com seu modelo mental e levá-los ao resultado.

Como consultor, atuando em diferentes tipos de empresas, me deparo diariamente com reclamações da direção sobre a falta de responsabilidade e comprometimento por parte das pessoas, ou seja, sobre seus comportamentos, sendo que não há investimentos no desenvolvimento de pessoas as quais  precisam de conhecimento porque este leva a inovações e estas a melhorias e resultados, mas sim altos investimentos em tecnologias e equipamentos.

A direção das empresas devem sim iniciar fortemente um movimento de investimento naqueles que fazem tudo acontecer: as pessoas, investimentos em comportamentos, porque afinal, técnicas se aprendem e experiência se adquire, mas comportamento é mais complexo, pois vem de berço.

Reflitam pois então, se é possível colher sem plantar?

  • Adm. Clayton E. Dreyer – Consultor Organizacional, estratégico e palestrante

    Registro nº 037291

    Administrador com MBA em Sistema de Gestão Ambiental, instrutor de desenvolvimento de pessoas, professor do SENAC/RS, reiki, cristaloterapia, fitoterapia, radiestesia, cromoterapia e nos últimos 3 anos extensões em desenvolvimento de neurolinguística e neurociência