A Prática de Valores no Cotidiano das Organizações

19/08/2013

                                                                           Não se trata de tornar-se um Ser humano de sucesso;
                                                                         mas melhor; um Ser humano de Valor.
                                                                         Albert Einstein

Nos últimos anos tem se falado muito em valores. Da importância dos valores na vida dos seres humanos, contudo, a prática destes mesmos valores tem sido cada vez mais esquecida.
Mais o que são na realidade, valores? Para a Psicologia, o estudo dos valores esta relacionado mais com a questão do comportamento e das atitudes dos indivíduos. Já para a Organização Brahma Kumaris (1) ¨ valor nada mais é do que uma variável da mente que faz com que o ser humano decida ou escolha se comportar numa determinada direção e dentro de determinada importância. ¨
 

ÁREAS DE APRENDIZAGEM

ÁREAS DE APRENDIZADO

TIPOS DE APRENDIZADO

PRODUTO DO APRENDIZADO

MUDANÇA/

TRANSFORMAÇÃO

MEIOS PARA MUDANÇA

Psicomotora

Motora

Costumes

Habilidades

Destrezas

Físicas/Mentais

Da Potencialidade

e do ato

 

FAZER

Exercícios

respiração

Cognitiva

Conceitual

Assimilação,

Integração

Fixação

Aplicação de conceitos

Informações

Conhecimento

Da ignorância ao

Conhecimento

 

 

 

 

SABER

Reflexão

Verbalização

Afetiva

Apreciativa

Idéias

Atitudes

Preferências

Elementos emotivos

Valores

 

Da predisposição à

Atitude

 

QUERER FAZER

Participação

Reflexão

Discussão

Em minhas palestras sobre Valores para Educação, oferecida para professores de Escolas de Primeiro e Segundo Grau costumo apresentar o quadro acima, denominado Áreas de Aprendizagem. Nele aparecem as áreas, tipos e produtos da aprendizagem com seu respectivo produto, que denominamos mudança, mas que de fato só ocorre quando sofremos um processo de transformação. Na realidade só aprendemos quando conseguir transformar nosso comportamento, a partir de novos costumes, atitudes, idéias e valores.
A primeira área, psicomotora começa quando ainda somos crianças e o tipo de aprendizagem é a motora, onde aprendemos pela repetição, na maioria das vezes seguindo o exemplo dos mais velhos. A o aprendizado na segunda área inicia quando entramos na escola, são aprendizados conceituais que levam da ignorância para o conhecimento. Finalmente temos a afetiva, onde o tipo de aprendizagem é a apreciativa e começa na nossa infância e nos acompanha por toda a vida.
É nesta área que a partir de idéias que predominam em nossa cultura, aliada a atitudes e preferências que começamos a praticar nossos valores.
O que isto significa? Na realidade nossos valores são determinados a partir da observação, ou seja, é a visão de alguém praticando um valor que nos leva a praticá-lo. Aprendemos muito mais pelo que vemos praticado e praticamos, do que aquilo que simplesmente nos é ensinado.
Segundo uma premissa do coaching, (2) são nossas crenças sobre os eventos mais do que os eventos em si, que determinam quão bem nos sentimos e comportamos. ¨ Qual o significado desta assertiva? Na realidade a origem de tudo são nossos pensamentos. É a partir de um pensamento que sentimos emoções que direcionam nossas atitudes. Estas atitudes por sua vez definem nossos comportamentos.
Assim são nossas crenças que exercem uma grande influência em nossos pensamentos. Um conjunto de crenças vai nos auxiliar a definir os valores que vamos praticar durante nossa vida.
Feita estas considerações iniciais, quais seriam os tipos de valores que devemos praticar? Temos alguns valores que podem ser considerados inatos, ou seja, eles nascem com o indivíduo. Neste momento estou falando de amor, alegria, felicidade. Ninguém nos ensina a ser feliz, ninguém nos ensina a ser alegre, ninguém nos ensina a amar. Estes valores fazem parte da fisiologia humana
Os demais valores são aqueles que adquirimos através de nossa vida. Neste momento estou falando de respeito, responsabilidade, solidariedade, humildade organização, cooperação honestidade, liberdade, união.
O que significa respeito?  A palavra respeito é originária do latim respicere que significa olhar para trás. Portanto, ela busca reconhecer o que foi feito e por ser valoroso pode ser reconhecido.
Segundo a Enciclopédia Livre Wikipédia (3), o respeito demonstra um sentimento positivo de estima por uma pessoa ou para uma entidade (como uma nação, uma religião, etc.) e também ações especificas e condutas representativas daquela estima. Respeito também pode ser um sentimento específico de consideração pelas qualidades reais do respeitado. ¨ 
Jonathan Haidt, ( 4 ) por sua vez, considera o respeito como um dos cinco valores morais fundamentais, compartilhado por diferentes sociedades e indivíduos no mundo inteiro .
Somos educados para respeitar o outro. Nos dias atuais começou-se a falar em respeitar a natureza. Como, entretanto, respeitar o outro quando não respeitamos a nós mesmos?  Vivemos numa sociedade consumista, onde os shoppings centers se tornaram verdadeiras catedrais do consumo. Comemos demais, bebemos demais, dormimos de menos, temos cada vez menos paz. Tudo isto significa que não respeitamos a nós mesmo, começando por nosso corpo. A questão que fica no ar é se não conseguimos nos respeitar como iremos respeitar os outros?
Um segundo valor também muito importante nas organizações é a responsabilidade. O que significa ter responsabilidade? Responsabilidade é a obrigação de responder pelas próprias ações, e pressupõe que as mesmas se apóiam em razões ou motivos. Logo responsabilidade = responder a algo.
Como responder as demandas de nosso cotidiano? Quais as responsabilidades dentro das organizações em que se atua? Na realidade nosso dia a dia é pleno de ações que demandam nossa reação. Acordamos numa determinada hora, porque temos uma agenda a cumprir. Cumprimos um horário em nosso trabalho porque temos de responder as demandas da organização que nos emprega ou da qual somos proprietários.
Qual o significado do valor cooperação? A resposta esta na própria formação da palavra. Cooperar significa operar juntos. Cooperação pressupõe também que os indivíduos se preocupem com os outros que pensem no coletivo também. Num mundo cada vez mais competitivo, pensar no outro, procurar operar juntos é um grande desafio, contudo, as grandes coorporações já estão trabalhando em parcerias, o que no final das contas não deixa de ser um princípio de cooperação.
A palavra  Humildade vem do latim humus que significa "filhos da terra". Um pessoa humilde é aquela que não tenta se projetar sobre as outras pessoas, nem mostrar ser superior a elas.  É um valor no momento em que  dá o sentimento exato do nosso bom senso ao nos avaliarmos em relação às outras pessoas. Ser humilde é , por exemplo, saber delegar. Mesmo que você saiba fazer, deixar que os outros tenham a oportunidade de realizar aquela tarefa que você faz com tanta competência.
A Honestidade é uma qualidade de ser verdadeiro; não mentir, não fraudar, não enganar. A honestidade é a honra, uma qualidade da pessoa, ou de uma instituição, que significa falar a verdade, não omitir, não dissimular. Em outras palavras pode-se dizer que a honestidade é a obediência incondicional às regras morais existentes. Na enciclopédia Wikipédia, (5) consta o seguinte conceito de honestidade: ¨ é o ato, qualidade, ou condição de ser honesto. Isto pode incluir ser a pessoa ou instituição verdadeira em seus atos e declarações, não propensa a enganar, mentir ou fraudar; sem malícia. ¨
Rui Barbosa em um de seus escritos afirma ¨ De tanto ver triunfar as nulidades; de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça, de tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar-se da virtude, a rir-se da honra e a ter vergonha de ser honesto.¨
Solidariedade é a qualidade do que é solidário. É um valor que demonstra que todos somos dependentes um dos outros. Nesta dependência podemos estabelecer a reciprocidade de obrigações e interesses. Ser solidário é interessar-se genuinamente pelo outro, demonstrando esta ação sempre que possível. Muitas vezes ocorre uma desagregação social resultado do espírito de competição existente nas organizações. Cada um só pensa em executar sua tarefa, mesmo sabendo que ele tem condições de auxiliar seu colega de trabalho
Tanto em nossa vida privada como nas organizações, vivemos em grupo. O próximo valor muito importante para nossas vidas é a solidariedade. Ser solidário significa enxergar o grupo como algo sólido, interessar-se pelos outros e fazer algo por eles. A palavra solidariedade também é usada para designar um sentimento, ou a união de simpatias, interesses ou propósitos entre os membros de um grupo.
O valor Organização, conceitualmente significa o ato ou efeito de organizar. A importância deste valor começa quando identificamos que para se ter uma vida sadia, precisamos de organização. Esta denominação também é utilizada para definir uma Instituição. Assim para o Administrador Antonio Cesar Amaru ( 6) "uma organização é uma combinação de esforços individuais que tem por finalidade realizar propósitos coletivos. Por meio de uma organização torna-se possível perseguir e alcançar objetivos que seriam inatingíveis para uma pessoa. Uma grande empresa ou uma pequena oficina, um laboratório ou o corpo de bombeiros, um hospital ou uma escola são todos exemplos de organizações."
Liberdade, conceitualmente é o direito de proceder conforme nos pareça, contanto que esse direito não vá contra o direito de outrem (7). Toda a liberdade do indivíduo vai até o ponto em que começa a liberdade do outro.  Nascemos livres, mas a primeira coisa que a sociedade nos ensina é a perder a liberdade.                                                                                                                                                         
União é o ato ou efeito de unir duas coisas ou pessoas. A união é gerada quando se tem conformidade seja de esforços, seja de pensamentos. Quando sozinhos temos a nossa força, a nossa competência. No momento em que nos unimos aos outros esta força se multiplica e fica muito maior do que a soma das forças individuais.
Inúmeros outros valores poderiam ser citados, contudo considero os até aqui apresentados como os mais importantes para a ação de indivíduos nas organizações. Isto não significa que eles só existem quando estamos trabalhando, eles tem de fazer parte de nosso dia a dia. A prática cotidiana dos valores é que os torna tão importantes e, conseqüentemente nos torna pessoas de valor.
As organizações nada mais são do que um grupo de pessoas com objetivos comuns. Os empresários querendo o retorno do capital investido, os empregados querendo um salário justo em troca de seu trabalho.  Os valores praticados e difundidos dentro da organização por essas pessoas irão influenciar o processo produtivo e os resultados serão os melhores possíveis.

(1) Brahma Kumaris – Movimento religioso milenarista, criado por Lekhraj Kripalan, cuja sede fica em Mount Abu , Rajasthan, India
(2) Prates, Alexandre – A reinvenção do Profissional: tendências comportamentais do profissionalismo do futuro. Barueri, SP. Novo Século Editora, 2012
(3)  Wikipedia – Pesquisa na internet em 26/04/2013
(4)  Haidt, Jonathan (2012). The Mind Justo: Por que pessoas boas são divididos por Política e Religião . Pantheon . 
(5)  Dicionário Priberam da Língua Portuguesa   http://www.priberam.pt/dlpo/default.aspx
(6) MAXIMIANO, ANTONIO CESAR A. Introdução a administração. 3ª ed., São Paulo, Editora Atlas, 1992.
(7) Wikipedia – Pesquisa na internet em 26/04/2013


 

  • Volnei Alves Corrêa
    Economista; Bacharel em Administração Pública e de Empresas; Mestrado em Administração pela Universidade de Syracuse, Nova Iorque/ USA; Mestrado em Auditoria e Gestão Ambiental pela Universidad de Leon – Madrid/ Espanha; Professor aposentado da Escola de Administração da UFRGS; Consultor Organizacional/Ecologista; Conselheiro do CRA/RS. 
    volneic@terra.com.br
    facebook: volnei.alvescorrea